segunda-feira, 7 de maio de 2012

Método de auto-ajuda

Há momentos em que nos sentimos inseguras sobre a nossa vida; tudo pparece estar contra nós, sugando toda a nossa força. Nos sentimos sozinhas e somos mal compreendidas até mesmo pelaes pessoas maispróximas. Nessas horas, o pensamento de desaparecer é o que mais nos atrai. +omeçamos a perguntar o porquê , mas a resposta não vem. Então, nos perguntamos por que a fé que usamos tão poderosamente ontem nnão está por perto para nos ajudar a vencer as adversisades de joje. Quando oramos, nossas palavras parecem ser muito simples para expressar o que sentimos e a única coisa que conceguimos fazer é gemer, esperando que Deus venha compreender os nossos sentimentos mais profundos. !s pessoas tentam entender, mas o que sentimos é inexplicável e, se tentamos explicar, nos sentimos tolas, pois as palavras não podem descrever os nossos sentimentos. Toda mulher passa por esses momentos difíceis. Você pode ser cheia do Espirito Santo mas, se você é humana ( o que eu acredito que seja), uma hora ou outra ou outra passará por esses momentos de aflição.Isto nos traz à memória um versículo que diz: "melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete...Melhor. é a mágoa do que o riso, porque com a tristeza do rosto se faz melhor o coração"...(ec 7 : 2, 3)


Só quando nos sentimos tristes e sozinhas é que damos a Deus uma chance de agir em nós. Niinguém fica com o coração alegre enquanto se arrepende de algo errado que cometeu. Pelo contrário, no momento em que estamos nos arrependendo, lamentamos pelo que fizemos e nos senteimos envergonhadoas; isso faz com que tomemos a decisão de nunca mais cometer o mesmo erro. Nessas horas de aflição, ter pena de si mesma e se isolar pelos cantos na esperança de que tudo passe não adiantará de nada. Em ves disso,devemos usar o método de auto-ajuda que tem provado ser mais eficaz ao longo dos séculos: a ORAÇÃO...

Nenhum comentário: